Somos todos Lara.
E o cineminha pandêmico, tá encarando?
Bom dia com uma edição mais longa do que de costume (de nada)
Ninguém chegou até aqui incólume
Vai, faz um café antes de ler ☕
“Não há mais muitos como nós” Achei a frase num conto do Ray Bradbury.
Paulista com Augusta, noite de sexta
Conforme prometido.
Volto em 15/10, não me esqueçam.
Cata esse cross-posting, Brazeel! E mais: uma crônica direto de 2017, curso novo da Luiza Feccarota, "Kentukis" e as entrevistas do Paulicéia na semana.
Um dos raros momentos da vida adulta em que estamos fazendo algo só por querer fazer.
Para ouvir lendo: um loop de três horas das Gnossiennes 1-5 do Erik Satie, para quem quer que esteja precisando disso